Termômetro da cultura

O manifesto ágil defende que indivíduos e interações devem ser priorizados em relação a processos e ferramentas. A cultura organizacional é, portanto, preponderante para a adoção de práticas ágeis. Nesse processo, é imprescindível identificar barreiras culturais para a colaboração e a comunicação, requisitos da agilidade.

Uma dica para reconhecer tais barreiras é prestando atenção ao que é falado entre as pessoas no dia-a-dia de trabalho. É possível perceber frases repetidas regularmente, tão repetidas que acabam por estabelecer o comportamento padrão. Novos funcionários assumem a postura e o discurso sem muito questionamento (veja a história dos 5 macacos).

Identificar estas frases ajuda a tornar a cultura consciente. Só através dessa consciência ela pode ser compreendida e mudada. Por isso estamos realizando a pesquisa “Termômetro da cultura”, para medir a cultura a partir das frases mais ouvidas e faladas, e daí desenvolver melhores estratégias para a adoção da agilidade nas empresas.

Apesar da nossa pesquisa ser aberta a participantes de empresas distintas, ela pode ser adaptada e aplicada internamente em qualquer empresa. Certamente o resultado dará maior clareza de como os indivíduos interagem e servirá de insumo para a transformação organizacional necessária para a empresa se tornar efetivamente ágil.

Participe da pesquisa! 🙂

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *